You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
  1. Notícia

  2. Uso das redes sociais e o exercício da cidadania

    Você já percebeu que as redes sociais são utilizadas para desabafos, críticas e comentários de todos os tipos, não é mesmo?

    Pois bem. Atualmente as redes sociais são alguns dos canais mais utilizados para a expressão de opiniões; porém, o ato de fazer qualquer tipo de publicação em mídias sociais requer muito cuidado e zelo, isso porque, dependendo do tipo de abordagem feita, pode ofender a imagem/honra de outra pessoa.

    Embora o direito a liberdade de expressão seja um direito fundamental assegurado pela nossa Constituição Federal,  não é absoluta, ou seja, pode e deve ser restringida por outros direitos de mesma importância igualmente constantes na Constituição Federal. A privacidade, a qual engloba a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, é também protegida.

    Ao expor fatos e publicar opiniões, deve-se ter o cuidado de não cometer abusos, tais como emitir afirmações de caráter injurioso ou inverídicas que venham a ofender a honra ou macular a imagem das pessoas.

    A livre manifestação do pensamento e direito de expressão tem limites, e, mais do que limites, não permite que as pessoas se manifestem de forma a ofender outras, porque também lhes é exigido o dever da dignidade da pessoa alheia e o respeito.

    É importante esclarecer que ainda que se prestigie e proteja a liberdade de expressão de pensamento, bem como o direito de expressão e à livre manifestação, há um limite que, se ultrapassado, configura excesso e pode causar danos e prejuízos.

    E, nesse sentido muito importante se ter em mente que é dever do indivíduo,  para que possa efetivamente exercer a cidadania, conhecer os direitos dos quais é titular, bem como suas repercussões no meio social em que convive, assim como ter plena consciência de seus deveres e entender que atua, com sua conduta ativa ou passiva, também sobre a esfera jurídica de outras pessoas, e não apenas sobre a sua própria.

    Ser cidadão é ter consciência de que é sujeito de direitos, é saber de das suas responsabilidades enquanto parte integrante de um grande e que para o bom funcionamento todos têm de dar sua parcela de contribuição. Somente assim se chega ao objetivo final, coletivo: a justiça em seu sentido mais amplo, ou seja, o bem comum.

    Portanto, mantenha-se atento e cauteloso em suas publicações em mídias sociais, lembre-se que ao expor qualquer indivíduo na internet de forma a desabonar sua imagem/honra, você poderá ser responsabilizado.  

  3. Rua Baronesa do Gravataí, 137/204
    Cidade Baixa - Porto Alegre/RS

    Horário de funcionamento:
    De segunda à sexta das 8h as 18h.