You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
  1. Notícia

  2. Comprei na Black Friday e tive problemas: o que fazer?

    Após a grande movimentação da Black Friday, que inclusive foi estendida por diversos centros comerciais, começam a surgir problemas. O que fazer? Preparamos algumas dicas para você:

     

    - Prazo de entrega do produto não foi cumprido: o não cumprimento do prazo de entrega caracteriza o descumprimento da oferta e é vedado pelo Código de Defesa do Consumidor.

    O que você pode fazer? * Exigir o cumprimento forçado da entrega; *Outro produto equivalente; *Desistir da compra e ser ressarcido integralmente o valor já pago, incluindo frete e eventuais gastos com a demora.

    ATENÇÃO: é indicado que nesses casos a solicitação seja feita por escrito, mediante e-mail, carta AR, ou algum canal disponibilizado para que seja feito o registro.

     

    - Compra cancelada: as ofertas devem ser cumpridas pelos fornecedores, não havendo qualquer justificativa para que seja cancelada. Assim, caso sua compra tenha sido cancelada, poderá ser exigida: *entrega do produto; *devolução do valor pago.

     

    - Produtos com defeito:  você tem 30 dias para reclamar de problemas com o produto se ele não for durável (um alimento, por exemplo), ou 90 dias se for durável (uma máquina de lavar, por exemplo). O prazo começa a contar a partir do recebimento do produto.

    No caso de um vício oculto - aquele defeito que só se mostra depois de um certo tempo de uso do produto -, o prazo da garantia legal começa a contar a partir do momento em que esse defeito é constatado.

    O fornecedor e o fabricante têm 30 dias, a partir da reclamação, para sanar o problema do produto. Extrapolado esse prazo, você pode exigir um produto similar, a restituição imediata da quantia paga ou o abatimento proporcional do preço. Contudo, o período de um mês não deve ser estipulado em caso de se tratar de produto essencial com defeito - como uma geladeira, por exemplo -, pois troca nesses casos deve ser imediata.

     Atente para a regra para produtos importados: Se a empresa tiver representantes no Brasil, ela tem que seguir as normas do País. Sendo assim, os prazos legais para reclamar serão os mesmos.

    Contudo, se você comprou o produto em outro país e não há nenhum representante no Brasil, as regras que valem é a do local onde o item foi comprado. Dessa forma, leia atentamente o termo de garantia e se informe sobre as possibilidades de conserto antes de adquiri-lo.

     

    - Não gostei do produto: o consumidor que adquirir produto pela internet/catálogo ou fora de estabelecimento físico, tem o prazo de 07 (sete) dias para desistir da compra, contado a partir do recebimento do produto. Nesse caso, o produto não precisa apresentar qualquer defeito.

    Recomenda-se que a desistência seja comunicada por escrito à loja, portanto, encaminhe um e-mail e exija um protocolo.

     

    - Procurei o fornecedor e não tive resposta: Se você entrou em contato, explicou sua situação e nada foi resolvido, você pode registrar sua reclamação no PROCON, no site do consumidor.gov.br ou no reclameaqui.com.br.

    Caso não obtenha sucesso por essa via, você poderá recorrer ao Poder Judiciário para solucionar seu caso.

    DICAS IMPORTANTES:
    - Guarde todos os anúncios, comprovantes de compra, telas da comercialização, prints contendo o conteúdo do produto vendido, caso tenha recebido e-mails referente a negociação salve-os; 

    - Certifique-se sobre o local onde está efetuando suas compras, faça uma pesquisa detalhada nos sites de reclamações; 

    - Registre toda sua comunicação através de documentos escritos, isso poderá lhe ajudar em caso de alguma divergência. 

     

     

    MANTENHA-SE ATENTO E PROCURE SEUS DIREITOS!

  3. Rua Baronesa do Gravataí, 137/204
    Cidade Baixa - Porto Alegre/RS

    Horário de funcionamento:
    De segunda à sexta das 8h as 18h.